quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Crazy love

Isso que é MÚSICAAAAAAAA!

Damn right, I've got the blues

"You damn right, I've got the blues,
From my head down to my shoes
You damn right, I've got the blues,
From my head down to my shoes

I can't win, cause I don't have a thing to lose.."


terça-feira, 28 de setembro de 2010

Un malato di cuore


".. e ti viene la voglia di uscire e provare
che cosa ti manca per correre al prato..."

Bell bottom blues

E eu começo a chover toda vez que escuto essa..

Bye bye Brasil


"... Aquela aquarela mudou
Na estrada peguei uma cor
Capaz de cair um toró
Estou me sentindo um jiló
Eu tenho tesão é no mar
Assim que o inverno passar
Bateu uma saudade de ti
Tô a fim de encarar um siri
Com a benção de Nosso Senhor
O sol nunca mais vai se pôr..."

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Deixe a menina



Não é por estar na sua presença
Meu prezado rapaz
Mas você vai mal
Mas vai mal demais
São dez horas, o samba tá quente
Deixe a morena contente
Deixe a menina sambar em paz
Eu não queria jogar confete
Mas tenho que dizer
Cê tá de lascar
Cê tá de doer
E se vai continuar enrustido
Com essa cara de marido
A moça é capaz de se aborrecer
Por trás de um homem triste há sempre uma mulher feliz
E atrás dessa mulher mil homens, sempre tão gentis
Por isso para o seu bem
Ou tire ela da cabeça ou mereça a moça que você tem
Não sei se é para ficar exultante
Meu querido rapaz
Mas aqui ninguém o agüenta mais
São três horas, o samba tá quente
Deixe a morena contente
Deixe a menina sambar em paz
Não é por estar na sua presença
Meu prezado rapaz
Mas você vai mal
Mas vai mal demais
São seis horas o samba tá quente
Deixe a morena com a gente
Deixe a menina sambar em paz

Baioque

"Quando eu canto, que se cuide quem não for meu irmão
O meu canto, punhalada, não conhece o perdão
Quando eu rio
Quando eu rio, rio seco como é seco o sertão
Meu sorriso é uma fenda escavada no chão
Quando eu choro
Quando eu choro é uma enchente surpreendendo o verão
É o inverno, de repente, inundando o sertão
Quando eu amo
Quando eu amo, eu devoro todo meu coração
Eu odeio, eu adoro, numa mesma oração, quando eu canto
Mamy, não quero seguir definhando sol a sol
Me leva daqui, eu quero partir requebrando rock'n roll
Nem quero saber como se dança o baião
Eu quero ligar, eu quero um lugar
Ao sol de Ipanema, cinema e televisão"



Que músicaaaaaaaa, que me arrepia toda..

sábado, 25 de setembro de 2010

Cerco



E al mattino al mio risveglio cerco in cielo gli aironi
e il profumo bianco del giglio
cerco in tutte le canzoni e in un passero sul ramo
uno spunto per la rivoluzione
cerco il filo di un ricamo un accordo in la minore
per gridare forte t'amo
se ho degli attimi di rancore cerco te e la tua bocca
nei tuoi occhi trovo amore
cerco la mia malattia in un bar e nelle carte
la mia dannata periferia
cerco gli occhi di chi parte
di chi si ferma e chi va in fretta
la sincerità nell'arte
cerco il punk in una lametta la felicità ed il dolore
nel fumo di una sigaretta
se ho degli attimi di rancore cerco te e la tua bocca
nei tuoi occhi trovo amore..

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Un altro giorno è andato


"..Giornate senza senso, come un mare senza vento,
come perle di collane di tristezza...
Le porte dell'estate dall' inverno son bagnate:
fugge un cane come la tua giovinezza.
Negli angoli di casa cerchi il mondo,
nei libri e nei poeti cerchi te,
ma il tuo poeta muore e l' alba non vedrà
e dove corra il tempo chi lo sa?
 ...
Se i giorni ti han chiamato tu hai risposto da svogliato,
il sorriso degli specchi è già finito,
nei vicoli e sui muri quel buffone che tu eri
è rimasto solo a pianger divertito.
Nel seme al vento afferri la fortuna,
al rosso saggio chiedi i tuoi perchè,
vorresti alzarti in cielo a urlare chi sei tu,
ma il tempo passa e non ritorna più..."

Samba do grande amor



Tinha cá pra mim
Que agora sim
Eu vivia enfim o grande amor
Mentira
Me atirei assim
De trampolim
Fui até o fim um amador

Passava um verão
A água e pão
Dava o meu quinhão pro grande amor
Mentira
Eu botava a mão
No fogo então
Com meu coração de fiador

Hoje eu tenho apenas uma pedra no meu peito
Exijo respeito, não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira

Fui muito fiel
Comprei anel
Botei no papel o grande amor
Mentira
Reservei hotel
Sarapatel
E lua-de-mel em Salvador
Fui rezar na Sé
Pra São José
Que eu levava fé no grande amor
Mentira
Fiz promessa até
Pra Oxumaré
De subir a pé o Redentor

Hoje eu tenho apenas uma pedra no meu peito
Exijo respeito, não sou mais um sonhador
Chego a mudar de calçada
Quando aparece uma flor
E dou risada do grande amor
Mentira 

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

De todas as maneiras


"De todas as maneiras que há de amar
Nós já nos amamos
Com todas as palavras feitas pra sangrar
Já nos cortamos..
Agora já passa da hora, tá lindo lá fora
Larga a minha mão, solta as unhas do meu coração
Que ele está apressado..
E desanda a bater desvairado
Quando entra o verão.."

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Girl from the north country



Well, if you're travelin' in the north country fair,
Where the winds hit heavy on the borderline,
Remember me to one who lives there.
She once was a true love of mine.

Please see for me if her hair hangs long,
If it rolls and flows all down her breast.
Please see for me if her hair hangs long,
That's the way I remember her best.

Well, if you go when the snowflakes storm,
When the rivers freeze and summer ends,
Please see if she's wearing a coat so warm,
To keep her from the howlin' winds.

I'm a-wonderin' if she remembers me at all.
Many times I've often prayed
In the darkness of my night,
In the brightness of my day.

So if you're travelin' in the north country fair,
Where the winds hit heavy on the borderline,
Remember me to one who lives there.
She once was a true love of mine..

segunda-feira, 20 de setembro de 2010













"... E quando você me envolver nos seus braços serenos
Eu vou me render
Mas seus olhos morenos
Me metem mais medo
Que um raio de sol.."

Turtle blues



Ah, I'm a mean, mean woman
And I don't mean no one man, no good, no.
I'm a mean, mean woman,
I don't mean no one man, no good.
I just treats 'em like I wants to
I never treats 'em, honey like I should.


Oh, Lord, I once had a daddy,
He said he'd give me everything in sight.
Once had a daddy,
Said he'd give me everything in sight.
Yes, he did
So I said, "Honey, I want the sunshine,
you take the stars out of the night.
Come on and give 'em to me, babe, 'cause I want 'em right now."


I ain't the kind of woman
Who'd make your life a bed of ease, ha ha ha ha!
No, no, no, no, no, no, no, no, no.
I'm not the kind of woman, no,
To make your life a bed of ease.
Yeah, but if you, if you just wanna go out drinkin', honey,
Won't you invite me along, please.
Oh, I'll be so good to ya babe, yeah!
Whoa, go on!


I guess I'm just like a turtle
That's hidin' underneath its hard-ass shell.
Whoa, whoa, oh yeah, like a turtle
Hidin' underneath its hard-ass shell.
But you know I'm very well protected —
I know this goddamn life too well.


Oh! Now call me mean, you can call me evil, yeah, yeah,
I've been called much of some things around,
Honey, don't ya know I have!
Whoa, call me mean or call me evil
I've been called much of some things, all things around,
Yeah, but I'm gonna take good care of Janis, yeah,
Honey, ain't no one gonna dog me down.
Alright, yeah.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010


"Suspirou outra vez, suspirava muito, e voltou a olhar para fora, para além das cabeças. Continuava o céu azul tão claro e raro naquela cidade odiosa. Mas aqui dentro ela só conseguia tirar um pé da sandália havaiana - era sábado, “danem-se”, ela era assim mesmo - para apoiar os dedos de unhas muito curtas, sem pintura, sobre o outro pé. Feito uma garça, ela, pousada no meio do charco açucarado. A saia larga indiana estampada de muitas cores até os tornozelos, a blusa solta de seda branca sem mangas, o dinheiro contado escondido no bolso sobre o seio esquerdo. O pé inchado, balançou-o no ar para ativar a circulação. E se alguém olhasse para ela assim, sem ver o pé inchado escondido pela saia larga, diria ser perneta, pobre moça, toda desgrenhada, essas roupas meio hippie amassadas e ainda por cima perneta. Perneta, equilibrista, não se apoiava em nada nem ninguém, sem muletas ou bengala. “Danem-se”, repetiu olhando enfrentativa em volta. Mas “danem-se” não era suficiente para aquela gentalha. Então rosnou: “Fodam-se!” em voz baixa, mas com ódio suficiente, exclamação, maiúscula e tudo. Ficou mais serena depois, embora exausta, desaforada e sem toxinas, a moça-garça.."


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

A maravilha dos 10 anos..

Comecei a ouvir Raul com 10 anos de idade.. Eu estudava à tarde e antes de seguir pra escola, sempre depois do almoço, eu pegava as fitas do meu pai e ficava viajando.. Identifiquei-me com ele logo de cara. Nessa música, O Homem, no trecho em que ele canta “esse meu canto que não presta.. que tanta então detesta..” eu pensava: — Coitado.. como alguém pode te detestar? Eu gosto tanto.. e sentia uma tristeza por ele.. depois disso eu sempre mentalizava, eu gosto de você Raul, eu aqui, gosto muito.

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

O mundo é um moinho



"Ainda é cedo amor..
Mal começaste a conhecer a vida
Já anuncias a hora da partida
Sem saber mesmo o rumo que irás tomar..
Presta atenção querida, embora eu saiba que estás resolvida
Em cada esquina cai um pouco a tua vida
Em pouco tempo não serás mais o que és..
Ouça-me bem amor..
Preste atenção, o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
Vai reduzir as ilusões a pó..
Preste atenção querida..
Em cada amor tu herdarás só o cinismo
Quando notares estás à beira do abismo
Abismo que cavastes com teus pés.."

domingo, 12 de setembro de 2010


"..Há de haver algum lugar
Um confuso casarão
Onde os sonhos serão reais
E a vida não.."


"Já me matei faz muito tempo
me matei quando
o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de sempre
nunca mesmo o sempre passo

morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma

morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma.."

sábado, 11 de setembro de 2010

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Don't play that song




Don't play that song - Aretha Franklin
"..E adesso aspetterò domani
per avere nostalgia
signora libertà, signorina fantasia
così preziosa come il vino, così gratis come la tristezza
con la tua nuvola di dubbi e di bellezza.."



Se ti tagliassero a pezzette - Fabrizio de Andrè

.

Gastar a vida é usá-la ou não usá-la? Que é que estou exatamente querendo saber?

Pesquisar este blog