sábado, 5 de janeiro de 2013

Grávida..


Eu tô grávida 
Grávida de um beija-flor 
Grávida de terra 
De um liquidificador 
E vou parir 
Um terremoto, uma bomba, uma cor 
Uma locomotiva a vapor 
Um corredor

Eu tô grávida 
Esperando um avião 
Cada vez mais grávida 
Estou grávida de chão 
E vou parir 
Sobre a cidade 
Quando a noite contrair 
E quando o sol dilatar 
Dar à luz

Eu tô grávida 
De uma nota musical 
De um automóvel 
De uma árvore de Natal 
E vou parir 
Uma montanha, um cordão umbilical, um anticoncepcional 
Um cartão postal

Eu tô grávida 
Esperando um furacão, um fio de cabelo, uma bolha de sabão 
E vou parir 
Sobre a cidade 
Quando a noite contrair 
E quando o sol dilatar 
Vou dar a luz..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog